Gerir pessoas através de um sistema de recompensas

Na gestão dos recursos humanos de uma empresa torna-se necessário definir instrumentos que permitam gerir as pessoas de forma que permaneçam motivados, comprometidos e empenhados no sucesso da empresa.

O sistema de recompensas consiste num conjunto de instrumentos alinhados e coerentes com os objetivos da empresa, dos quais irá resultar a motivação pessoal, a produtividade acrescida dos trabalhadores e a continuidade da convergência de interesses que se pretende na relação de trabalho, ou seja, as pessoas continuarão empenhadas no sucesso e nos resultados colectivos da empresa.

 

A implementação de um sistema de recompensas na empresa tem três objetivos:

1)    O primeiro objetivo do sistema de recompensas é atrair, motivar e reter os melhores colaboradores de uma empresa, criando condições para que desenvolvam as suas competências técnicas em benefício da empresa;

2)    Em segundo lugar do sistema de recompensas procura assegurar melhores níveis de produtividade e de desempenho na empresa;

3)    Por fim, pretende atingir melhores níveis de eficiência do trabalho, isto é, cumprir as mesmas metas na empresa (em termos de produtividade) de forma a gastar menos recursos possíveis – a política de controlo de custos do sistema de recompensas consiste em “fazer mais com menos”.

Tendo em conta estes três objetivos principais, o sistema de recompensas é pensado e implementado tendo em conta um conjunto de pressupostos organizacionais que iremos apresentar de seguida.

Alinhado com a estratégia da empresa

O sistema de recompensas eficaz está orientado para os objetivos e a estratégia da empresa, ou seja, aponta aos funcionários qual o caminho seguir, de forma a desencadear comportamentos que estejam também em consonância com as metas da empresa.

Por outro lado, o sistema de recompensas permite bloquear e penalizar os desvios em termos de comportamento na empresa – deste modo será reforçada a cultura da empresa, o perfil de sucesso e a estrutura hierárquica da organização.

O sistema de recompensas deve, ainda, definir objetivos claros, exigentes e alcançáveis – metas que comprometam, responsabilizem e envolvam os trabalhadores, com critérios de compensação e reconhecimento que devem premiar o bom desempenho e a produtividade.

Ao apontar os objetivos macro da empresa, o sistema de recompensas deve valorizar também o esforço e os objetivos individuais da equipa, promovendo o trabalho em equipa, a solidariedade e a interdependência entre todos os membros da equipa.

Justo e objetivo

O sistema de recompensas deverá ser visto pelos colaboradores como justo e objetivo, deve premiar o mérito e o desempenho dos trabalhadores na contribuição para os resultados da empresa.

Ao ser valorizado e reconhecido pelos trabalhadores, o sistema de recompensas irá gerar uma maior motivação e maior produtividade na empresa.

O tipo de recompensas de uma empresa determina também o tipo de pessoas que uma empresa é capaz de atrair e consegue reter no futuro. A capacidade de atracão e de retenção do talento é um dos indicadores da eficácia do sistema de recompensas na empresa que se inicia logo no momento de contratar e trazer um trabalhador novo para a equipa.

O sistema de recompensas deve ser capaz de atrair, valorizar e potenciar as capacidades técnicas dos seus colaboradores, de forma a gerar motivação e desencadear valor competitivo para a empresa.

No próximo artigo analisaremos os diferentes tipos de sistemas de recompensas que podem ser baseadas no cargo e nas competências técnicas, no desempenho ou na hierarquia da empresa.

Subscrever actualizações

rss

Comentários



AVISO:Todos os artigos publicados no blogue Gestor.pt são puramente informativos e não podem ser confundidos com aconselhamento financeiro. Site Meter